The Voice Brasil – O que queremos? O que esperamos?

Nossas expectativas para a estreia de The Voice no Brasil.

, por Vinícius Ribeiro

The Voice Brasil – O que queremos? O que esperamos?

Nossas expectativas para a estreia de The Voice no Brasil.

, por Vinícius Ribeiro

E a espera terminou: Enquanto a terceira temporada de The Voice – a série que renovou o conceito de reality show musical nos EUA e sacudiu a guerra de audiência americana – vai ao ar na griga, amanhã chega nossa versão abrasileirada do programa.

Não conhece o formato? É simples: Pra entrar no show o que realmente importa é a voz. A banca de jurados é formada por 4 artistas de renome que ouvem os candidatos de costas para o palco, sem poder vê-los para avaliar a imagem completa. Caso um jurado goste do que ouviu, aperta um botão em sua cadeira, ela gira e revela a pessoa no palco, que entrará para o time de pupilos do artista. Se mais de um jurado apertar seu botão, o poder de decisão é do candidato e ele pode escolher com quem quer trabalhar, de acordo com sua visão artística. O jurado se torna, então, um treinador e deve trabalhar com (e por) seu time na competição para tentar conquistar a vitória.

Na versão americana do programa, temos Adam Levine, Blake Shelton, Ceelo Green e Christina Aguilera compondo a toda poderosa bancada de jurados. No Brasil teremos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, Daniel e Lulu Santos. Nos EUA, o programa ficou famoso por apresentar candidatos diferentes, apostar na originalidade e em grandes performances com produções primorosas. The Voice faz parte de uma nova forma de televisão, 100% conectada com a internet, mídias sociais e ágil. Será que no Brasil conseguiremos ter o mesmo efeito?

Segundo as primeiras notícias, o primeiro dia de gravações trouxe candidatos bem preparados e com boa qualidade musical, inclusive com alguns cantando em inglês. Esperamos boas surpresas.

É indiscutível que há talento suficiente em nossas terras para apresentar um bom show, então por que será que, desde Popstars, nenhum reality show musical conseguiu fazer considerável sucesso em todo Brasil e lançar seus candidatos ao estrelato? Nós daqui da Equipe queremos muito que o programa dê certo e que a Rede Globo acerte a mão do formato e deixamos nossas opiniões e expectativas por aqui:

Thiago Arzakom

Acho que a Gobo não faz muito bem este tipo de programa, principalmente pelo estilo de TV que ela prega. Mas a esperança não deixa de existir. Vai que… Um pouco chato é o horário: domingo às 14:30? Fala sério, né?

Acho os jurados meio aleatórios e temos tantos outros com maior capacidade de julgamento e tempo de carreira. Mas no Ídolos temos Fafá de Belém e Supla. Viu? Podia ser pior. Já sobre a apresentação de Tiago Leifert: acho que ele vai mandar bem.

Vamos esperar assistir cantores anônimos de qualidade e que realmente surpreendam muito além do esperado! Se o programa trouxer o mesmo estilo do The Voice original, podemos ter uma boa versão brasileira. Apesar de não acompanhar o original, sei que muita coisa legal sai de lá.

Domingo começamos a acompanhar!

Vinícius Ribeiro

Como viciado no The Voice original, torço muito pela nossa versão. Acho que devemos ter tantos talentos escondidos por esse Brasil que programas tipo esse ajudam a revelar.

Acho que o maior ponto fraco de realities musicais, no Brasil, sempre foi o pós-programa. Normalmente os vencedores são jogados no mercado sem nenhum preparo, marketing ou atenção da gravadora. Se o The Voice conseguir corrigir esse problema que vem de anos, desde as épocas de Fama, poderá mexer um pouco com o cenário musical que temos hoje no país.

Apesar de ter achado a escolha de jurados um pouco esquisita no começo, já comecei a me acostumar e acredito que, com o tempo, eles podem criar uma química legal, assim como a que existe lá nos EUA. Acredito que Lulu será o jurado que fará as melhores escolhas e ainda acho que vamos ouvir umas belas pérolas saírem da boca de Claudia Leitte até o final do programa. Esperarei ansiosamente pelos programas ao vivo.

O horário escolhido pra exibição dos programas e os primeiros comerciais exibidos estão com muito clima de “Sessão da Tarde” encontra “Caldeirão do Huck”, não sei não, hein… Precisamos de uma cara mais moderna.

A partir de amanhã começam as audições as cegas, do The Voice Brasil. A final será ao vivo e está programada para ir ao ar no dia 16/12. Quem será a nova voz do Brasil? The Voice vai ao ar domingos, às 14:15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *